O lançamento do telhado solar pela Tesla, de Elon Musk, é o terceiro pilar na ambição de um planeta movido por energia limpa e sustentável

Elon Musk, fundador da Tesla, é um cara ambicioso – talvez o mais ambicioso que o mundo conhece na atualidade. Com o desenvolvimento do ITS (Interplanetary Transport System), da sua empresa SpaceX, ele pretende tornar viagens para marte um sonho possível para as próximas gerações – e, porque não, também a colonização do planeta vizinho.

Aqui na Terra, Musk já chacoalhou o mercado tecnológico ao criar carros elétricos tão – ou mais – performáticos e seguros quanto os tradicionais movidos a combustão. As baterias capazes de armazenar energia suficiente para muitas horas de estrada evoluíram, em 2015, para a Tesla Powerwall, destinadas à utilização em casa ou no trabalho que, abastecidas por placas solares, são capazes de armazenar energia suficiente para as tarefas cotidianas.

Recentemente, a Tesla deu mais um passo na aspiração de um planeta livre da dependência em combustíveis fósseis ou em energia atômica: o Solar Roof.

Smooth_Tile_Perspective

A ideia por trás desse produto, tido por Elon Musk como tão revolucionário quanto tudo que a Tesla criou até hoje, é puro pensamento de design: melhorar o desempenho de painéis solares ao torná-los mais atraentes. Ao invés de grandes placas feiosas sobre a cobertura usual de uma casa, no Solar Roof as próprias telhas são capazes de captar a luz do sol.

Assim como os carros Tesla, cujo visual pouco se diferencia de automóveis pré-existentes, o telhado solar mimetiza quatro tipos de telhas tradicionais. O resultado é que as construções que utilizam Solar Roof ficam praticamente indistinguíveis de outras que não utilizam, de qualquer ângulo de visão. Afinal, as melhores tecnologias são aquelas invisíveis: o futuro sem feições de futurismo!

O vidro é o material que torna isso possível. Células solares discretas são embutidas sob a superfície das pequenas telhas de vidro, permitindo que a luz passe através delas, mesmo com cores, texturas e formatos diferentes. Feitas de quartzo, são altamente resistentes a impactos, além de duradouras, ou praticamente “infinitas”, segundo Elon Musk. O Solar Roof possui garantia de 30 anos de perfeito funcionamento da captação da luz solar.

 Os modelos foram lançados no ano passado, e dois deles já encontram-se disponíveis para encomenda. No site da Tesla, é possível calcular o custo por metragem e verificar o retorno do investimento com o passar dos anos. Segundo uma matéria recente no site Bloomberg, o modelo se mostra mais barato do que o esperado quando o anúncio foi feito, em outubro de 2016. Apesar de cerca de quatro vezes mais custoso que os telhado normais, o valor é mais atraente que o de painéis solares existentes hoje. Segundo a calculadora, $ 50.000,00 fornecerão $ 64.000,00 de energia em 30 anos.

A energia coletada pelo Solar Roof é armazenada por baterias Powerwall e fica, dessa forma, disponível para utilização a qualquer momento. Para Musk, o telhado solar é a grande unificação das ambições de energia limpa da Tesla, combinando captação solar, baterias e carros elétricos. “Esses são realmente os três pilares para um futuro de energia sustentável”, disse ele. “A energia solar vai direto para a bateria estacionária, para que você esteja abastecido durante o dia e a noite, e ainda carregue o seu veículo elétrico. É possível escalar isso para toda a demanda do mundo”, finalizou o inventor.

Imagens: Divulgação Tesla

T-Sroof-Tuscan T-Sroof-TexturedGlass T-Sroof-SmoothGlass T-Sroof-Slate