Grupo Cinex | Blog | Design com X | Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações. Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade. Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.

Grupo Cinex | Blog | Design com X - Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações.   Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade.  Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.

TAG | construção

maio/17

30

Uma empresa chinesa de drones está construindo a sua nova sede e, claro, nada poderia ser simples na China! O complexo será formado por dois altos edifícios, até porque drones tem tudo a ver com altura, não é verdade? E para ser a cereja do bolo deste projeto, os arquitetos do Prelimirary Research Office foram contratados para executar a Sky Bridge, uma ponte de vidro que ligará os dois edifícios nos incríveis 28° e 29°andares.

Com um toque futurista e formato cilíndrico, a ponte será completamente estruturada em metal e vidro. Isso porque a ideia é que este seja um ponto de observação de drones. Internamente, o espaço contará com rampas de acesso em um lado e plataformas de observação do outro, distribuindo assim o fluxo de pessoas.

Não tem como discordar que os chineses realmente dominam a técnica desse tipo de construção, não é verdade?

drones-2

drones-4

drones-6

Image converted using ifftoany

Image converted using ifftoany

Image converted using ifftoany

, , , ,

maio/17

23

Uma residência de 3000 m² localizada em Israel tem chamado a atenção de muitos arquitetos. Logo na entrada, vemos uma parede em madeira na entrada do terreno, que harmoniza com a vegetação e contrasta com o restante da composição em alvenaria. Mais para dentro, uma belíssima estrutura de vidro transparente compõem o cenário de um refúgio moderno e amplamente conectado com o espaço onde está inserido.

Esta é a Casa F, projeto do estúdio israelense Pitsou Kedem Architects, que trabalha os materiais naturais de forma a harmonizar sua fachada e interior com os ambientes, utilizando-se da madeira, do concreto e abundantemente do vidro. A construção é fechada, não sendo visível da rua, e vai se revelando conforme o visitante adentra pelo espaço e contempla sua geometria simples e minimalista. Os principais conceitos seguidos nesta execução foi que, tanto formas quanto materiais, fossem limpos e transparentes.

Dos pátios internos é possível ter uma visão completa da casa, uma experiência privada e íntima , privilégio reservado apenas a amigos e convidados. O design de interiores segue o mesmo conceito da arquitetura: pé direito duplo, vários espaços integrados e mobiliário assinado. Um verdadeiro luxo!

1478791794342FERUZ_HOUSE_079-1024x682

1478791773275FERUZ_HOUSE_007-1024x682

1478791792715FERUZ_HOUSE_060-1024x682 1478791777598FERUZ_HOUSE_020-953x1024

1478791791388FERUZ_HOUSE_043-1024x682

1478791792914FERUZ_HOUSE_062-1024x682

, , , ,

maio/17

16

O projeto arquitetônico de uma residência é complexo, pois não engloba apenas questões técnicas, mas também estéticas e funcionais. E no que se refere a estes quesitos, planos que envolvem segurança, beleza, funcionalidade e desempenho térmico e acústico são primordiais.

Um dos pontos chave – relacionados a estes atributos – são as aberturas e esquadrias que o projeto receberá. Afinal, elas trazem a paisagem e a luz do exterior para o interior, e os isolam de tudo aquilo que não desejamos, criando uma barreira de proteção.

Inicialmente é necessário um estudo minucioso para o seu tamanho e posicionamento, de modo que haja o melhor aproveitamento da luz, circulação do ar e isolamento acústico e térmico da construção. O passo seguinte é a definição do modelo mais apropriado, pois atualmente são muitos os tipos de soluções que o mercado apresenta, e elas variam não somente em relação ao material, mas também nas possibilidades de tonalidades e acessórios. As esquadrias de alumínio, por exemplo, são modelos mais robustos e completos, que atendem aos requisitos mais complexos de uma construção.
Elas se apresentam como as mais eficientes energeticamente, uma vez que possibilitam uma melhor vedação do ambiente externo, além de promoverem mais segurança, menor riscos de infiltrações e isolamento térmico e acústico perfeitos!

Pensando nisso, as esquadrias Cinex Arch reúnem o melhor da arquitetura europeia na fabricação de janelas e aberturas. O objetivo é proporcionar projetos de beleza e modernidade incomparáveis! São esquadria tecnológicas, com a força do alumínio somadas à expertise dos vidros de segurança – esteticamente superleves e ao mesmo tempo robustas em termos de segurança.

As esquadrias Cinex Arch são concebidas seguindo rigorosos padrões europeus e possuem diversos atributos e pré-requisitos que conferem à marca status de referência no segmento. Confira alguns deles:

Câmara: o espaço entre os vidros cria uma sutil e eficiente proteção térmica dentro de casa. O frio e o calor, mesmo tendo um grande impacto fora, passam a não influenciar a temperatura de dentro. Este espaço pode ser preenchido com o gás argônio que traz ainda mais isolamento térmico e acústico para o projeto.

Liga de alumínio 6060: confere mais resistência à estrutura. O alumínio é uma das poucas composições metálicas com 100% de estabilidade ao longo do tempo, o que permite um projeto praticamente eterno.

Sistema de Thermal Break: uma barreira térmica interna nas molduras, composta por uma pequena peça de alta tecnologia que mantém as faces de alumínio do perfil isoladas uma da outra, mantendo uma temperatura estável internamente e evitando que a face de dentro receba o resfriamento ou o aquecimento vindos de fora. Isso evita a condensação do perfil e propicia um equilíbrio térmico interior.

Ferragens exclusivas: travas de abertura e maçanetas especiais são desenhadas para propiciar beleza, resistência e invulnerabilidade, tornando-se, assim, elementos de proteção dos ambientes.

Paleta de cores e acabamentos: as muitas cores e exclusivos padrões amadeirados são aplicados com tintas eletrostáticas (não poluentes) e se fundem ao alumínio através de altas temperaturas nos fornos de fusão. Ou seja, a pintura dos nossos alumínios não se alteram com o tempo.

Testes contínuos: as esquadrias Cinex Arch foram testadas exaustivamente por laboratórios europeus de simulação de eventos extremos. As nossas soluções são certificadas por normas europeias e promovem estanqueidade à água, permeabilidade de ar, resistência à cargas de vento, isolamento acústico e transmissão térmica.

Divelle_0029

Divelle_0056

Divelle_0132

Divelle_0334

, , , , ,

maio/17

2

Uma construção que lembra um barco a vela ou um imenso iceberg? Talvez uma nave espacial?
Bom, o que sabemos é que esta obra surpreende e embeleza ainda mais o Jardim d’Acclimatation de Paris. É Frank Gehry nos presenteando com mais este incrível projeto!
Trata-se de um conjunto de blocos brancos revestidos de painéis de concreto, cercado por doze imensas “velas” de vidro. As velas dão ao projeto a sua transparência e sentido de movimento, permitindo que a construção retrate a água, bosques e jardim.

Logo na entrada o visitante pode assistir a um vídeo que mostra o processo de construção do prédio, que levou 12 anos para ficar pronto. Já ao circular pelos espaços internos é possível apreciar obras de arte garimpadas e que se encaixam perfeitamente ao contexto. Grandíssimas esculturas encaixadas em salas de pé direito altíssimo, enquanto obras de contemplação mais íntima se espalham por salas menores. Em um dos ambientes, 43 colunas distribuídas em forma de prisma fazem infinitas projeções, num jogo divertido de reflexões.

O monograma na porta de entrada é um dos poucos indicativos do que se trata o local: a Fundação Louis Vuitton. Um posicionamento tão luxuoso quanto as peças e produtos da marca, não é verdade?

_mg_2921_am_150203 2._Frank_Gehry_Fondation_Louis_Vuitton_-_©2014_Todd_Eberle

10._Frank_Gehry_Fondation_Louis_Vuitton_-_©2014_Todd_Eberle

lvm_int_125

11._Iwan_Baan_for_Fondation_Louis_Vuitton_©Iwan_Baan_2014

, , , , ,

abr/17

25

Uma região caracterizada pela presença de grandes corporações em Genebra é o cenário de uma obra que impressiona e encanta pela sua estrutura. O projeto busca promover uma conexão agradável entre o ambiente de trabalho e as características naturais do local.

Com fachada em vidro, a construção seguiu a premissa de sustentabilidade, por isso a fachada conta com um sistema de cortina que se adapta às mudanças climáticas externas. Devido a sua concepção, a luz natural nos espaços de trabalho é abundante além de oferecer um vista magnífica do lago da cidade e dos Alpes Suíços. Quem não gostaria de trabalhar em um local assim?

Outro ponto interessante da obra é a sua forma: devido ao terreno ser triangular, tudo foi meticulosamente pensado para aproveitar ao máximo o espaço. Pensando em aumentar a conexão entre o humano e a obra, elevações em alguns pontos da construção esculpem um pátio público que, ao mesmo tempo que inspira, facilita a movimentação dos pedestres ao centro de transporte local.

jti-headquarters-japan-tabacco-international-som-commercial-office-geneva-switzerland-hufton-crow-photography_dezeen_936_7

SOM_JTI_Geneva_-∏Hufton_Crow_006_(retouched)  ef9ed15a83e31e873190a7751e45e965

2016-03-29-som-jti-hufton-crow-hero

, , , , , , ,

abr/17

11

Olha que bacana a ideia dessa família norueguesa! Eles queriam construir uma casa com características ecológicas e, ao mesmo tempo, protege-la contra as rigorosas temperaturas em uma ilha no norte do país. Para poder realizar esse projeto, eles optaram por colocar uma redoma de vidro no entorno da casa.

A cúpula que encobre a construção de 3 andares tem 177 m² e conta com 360 painéis de vidro temperado de 6 mm, em formato triangular. Por causa do tipo de vidro utilizado foi possível manter a temperatura estável durante todo o ano, protegendo a propriedade dos ventos e nevascas do local, além da produção de insumos naturais mesmo durante o inverno. O projeto também previu a instalação de painéis para captação de energia solar e todo o alumínio utilizado nas esquadrias é reciclado. Quer um projeto mais ecofriendly do que esse?

SolarDome-9

SolarDome-1

SolarDome-2

SolarDome-3

SolarDome-8

SolarDome-5

SolarDome-7

, , , , ,

fev/17

28

Linhas fluídas quebram a rigidez das formas

[fb-like-button]

Baku, capital do Azerbaijão, recebeu uma obra icônica assinada por Zaha Hadid, um dos principais expoentes da arquitetura moderna. O Centro Cultural Heydar Aliyev impressiona por suas formas. E que formas! Ondulações, dobras, inflexões e bifurcações, além de uma superfície de aparência homogênea e contínua, que apresenta diferentes lógicas de construção e sistemas técnicos. Para a composição da obra foram escolhidos o concreto reforçado com fibra de vidro e o poliéster reforçado, também, com fibra de vidro. Este material também foi amplamente utilizado nas paredes, com imensos vãos que permitem uma comunicação ampla e direta do interior com o exterior. O projeto foi desenvolvido após intensa pesquisa da geografia e da cultura local, com o intuito de apresentar um projeto com características de organismo vivo, capaz der atender as necessidades das pessoas, além de enfatizar as transformações contínuas, a forma e o movimento implícito, além da sua geometria fluida. Mais do que falar sobre, vale a pena a contemplação de alguns ângulos dessa imponente construção.

 

arquitetura_heydar_aliyev_center_zaha_hadid_14

arquitetura_heydar_aliyev_center_zaha_hadid_01

arquitetura_heydar_aliyev_center_zaha_hadid_02

arquitetura_heydar_aliyev_center_zaha_hadid_03

arquitetura_heydar_aliyev_center_zaha_hadid_06

arquitetura_heydar_aliyev_center_zaha_hadid_11

, , , , ,

fev/17

7

O Treehotel, na Suécia, é um hotel sueco com uma inspiração de design em meio a uma natureza exuberante. Lá você dorme realmente em uma casa na árvore! O quarto Mirrorcube (cubo espelhado) é um convite para uma experiência única. Inserido entre as árvores, sua estrutura é de alumínio e paredes cobertas com vidro reflexivo. Já seu interior é feito de madeira compensada e oferece acomodações para duas pessoas com cama, banheiro, sala de estar e terraço. Além disso possui 6 janelas para uma vista panorâmica espetacular! Sem contar a ponte de 12 metros de comprimento (uau!) para chegar até o quarto.

Aurora1

Aurora2

Aurora3

Aurora4

 

, , , , ,

jan/17

31

Só poderia ser na China mesmo! Uma ponte de vidro com 430 metros de comprimento, projetada pelo arquiteto Haim Dotan e construída através de um cânion do Parque Nacional Chinês, a Zhangjiajie Grand Canion Glass Bridge possui painéis de vidro que permitem a vista da garganta que fica abaixo. Incrível não é mesmo?

Com a proposta de ser a mais longa e alta ponte de vidro do mundo, ela é composta por cabos de aço que suportam as placas de vidro, suspensos 300 metros acima do solo, que tendem a conferir um aspecto de invisibilidade à ela. Segundo seu criador, a ponte branca foi projetada para desaparecer nas nuvens.
Com certeza uma atração turística tão peculiar quanto o restante da cultura Chinesa.

 

Zhangjiajie4

Zhangjiajie3

Zhangjiajie2

Zhangjiajie1

 

, , , , ,

nov/15

6

Sobre dez andares de altura, suspensa entre dois prédios e com 27 metros de comprimento, a piscina feita em vidros transparentes permite aos corajosos, que nadem de uma construção a outra, podendo observar o belíssimo jardim que faz parte do complexo que abrigará 2.000 apartamentos no sul de Londres.

E então, você toparia nadar nas alturas?

glass-bottomed-sky-pool-embassy-gardens-legacy-buildings-london-HAL-architects-arup-designboom-01

glass-bottomed-sky-pool-embassy-gardens-legacy-buildings-london-HAL-architects-arup-designboom-02

glass-bottomed-sky-pool-embassy-gardens-legacy-buildings-london-HAL-architects-arup-designboom-03

glass-bottomed-sky-pool-embassy-gardens-legacy-buildings-london-HAL-architects-arup-designboom-04

glass-bottomed-sky-pool-embassy-gardens-legacy-buildings-london-HAL-architects-arup-designboom-06

glass-bottomed-sky-pool-embassy-gardens-legacy-buildings-london-HAL-architects-arup-designboom-07

, ,

jul/15

7

Conforme fala o idealizador desse projeto, Guto Requena, este é o primeiro edifício privativo do Brasil com arquitetura interativa.

Localizado na movimentada avenida Rebouças, em São Paulo, quem passa por esse edifício pode visualizar o show de luzes coloridas da fachada do WZ Hotel, que à noite, transforma vibrações em uma camuflagem pixelada, combinando cores quentes e frias conforme a sonoridade ao entorno da construção.

wz-hotel51

Através de análises dos sons nas proximidades, foi utilizado um processo paramétrico gerado por um software que cria os padrões gráficos coloridos e uma dinâmica interativa em resposta aos sons, reagindo em tempo real a esses estímulos coletados.

Com uma fachada de 30 andares, o impacto causado por essa dança de cores, que se agita e se expande dependendo do estimulo, é gigantesco. Além desse sensor que capta os sons, há um outro que foi instalado para coletar a qualidade do ar. Este também modifica a cor da fachada, que em dias mais poluídos, pinta o edifício em tons quentes como vermelho e laranja.

wz-hotel810

Ainda, foi desenvolvido um aplicativo para o celular que proporciona uma interação direta do público com a fachada de luz. O usuário pode utilizar toque ou sua própria voz para poder visualizar as ondas sonoras que estão em movimento no Hotel.

Essa fachada interativa nos revela o caminho da arquitetura no futuro, misturando instâncias analógicas e virtuais, matéria física e dig

wz-hotel1016

[youtube]https://youtu.be/8chwJCz6UNE[/youtube]

 

Fonte: Galeria da Arquitetura, Ayla Hibri.

, , ,

ago/14

8

A loja ABITO (fala-se Abito, do italiano “vestimenta”, vestir, compor) do Grupo Cinex nasceu voltada para o mercado da construção. Traz o DNA Cinex, pois comercializa uma linha de portas deslizantes, de passagem, de segurança, esquadrias e revestimentos em alumínio e vidro. 

Florianópolis abriga a primeira loja. A segunda e a terceira já estão a caminho, sendo uma em São Paulo e a outra no Rio de Janeiro, todas localizadas em pontos estratégicos para o setor da construção.

Abito traz como assinatura a frase “Veste a Casa”, pois justamente o que sentimos é que os produtos da loja compõem os ambientes como uma roupa especial compõe as pessoas.

A concepção da loja, criada pelas arquitetas Cátia Giacomello e Mônica Rizzi, do escritório Cátia Giacomello Arquitetos Associados, evoca o formato de uma casa toda feita em estrutura metálica e revestida de vidro. É um projeto arrojado e que marca a paisagem transparecendo criatividade e energia, além de oferecer  propostas interessantes de produtos para o corporativo, para empreendimentos e para a casa das pessoas. 

Visite a loja de Florianópolis para conhecer todo esse design!

Rodovia José Carlos Daux (SC-401), 4850 – Loja 19
Saco Grande – CEP: 88032-005
Florianópolis – SC
(48) 3234.9775

Esterno1_0008 IMG_0109-387-2

, , ,

set/11

9

Metropol Parasol – as linhas sinuosas que cobrem a Plaza de la Encarnacíon em Sevilha, na Espanha, foram desenvolvidas pelo escritório alemão Jürgen Mayer H. Finalizada em março de 2011, a construção abriga um museu arqueológico, um mercado de agricultores, uma praça elevada, bares e restaurantes no subsolo e um terraço panorâmico no topo.

Toda a estrutura do local é feita de madeira coberta por uma fina camada de poliuretano. Inicialmente o terreno seria transformado em um estacionamento, mas após descobertas arqueológicas no local a prefeitura de Sevilha decidiu transformar o local em um centro cultural.

O edifício é formado por peças de madeira encaixadas umas nas outras, que deixam um espaço livre para a passagem do sol. As cores neutras da estrutura contrastam com as cores fortes das construções da região (Fonte: PiniWeb).

Será que um dia vamos fazer uma estrutura dessas com vidro?

Por Valmor Vancini | Coordenador de P&D Cinex

, , ,


Fatal error: Call to undefined function wp_pagenavi() in /home/storage/1/ad/cd/cinext1/public_html/blog/wp-content/themes/cinex/wp-loop.php on line 48