Grupo Cinex | Blog | Design com X | Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações. Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade. Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.

Grupo Cinex | Blog | Design com X - Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações.   Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade.  Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.

TAG | cristal

jul/17

27

Carbonizar a superfície exterior da madeira, deixando-a negra e craquelada, é uma técnica tradicionalmente utilizada por pescadores de ilhas japonesas para construir suas casas. A queima controlada é uma maneira de prolongar a durabilidade das fachadas de madeira: o fogo seca e acrescenta uma camada de carbono à superfície das tábuas, protegendo-as contra incêndios e umidade. Foi o arquiteto japonês Terunobu Fujimori, conhecido por suas referências vernaculares, que difundiu a técnica para o ocidente na década de 1980.

kengo-kuma-yakisugi-lasvit-014

Foi deste método, chamado Yakisugi ou Shou Sugi ban, que a equipe do escritório Kengo Kuma Associates se lembrou ao fazer os primeiros testes na fábrica tcheca de cristal Lasvit. Fundada em 2007, a Lasvit tem um vasto portfólio de luminárias de vidro criadas em colaboração com grandes arquitetos, designers e artistas internacionais, e havia convidado o famoso arquiteto japonês para integrar os lançamentos da Euroluce 2017.

Ao ver a produção do cristal, Kuma notou o uso dos tradicionais moldes feitos com toras de madeira. No processo de produção do vidro, esses moldes são embebidos em água para que resistam ao calor do material incandescente. A ideia foi experimentar usar a madeira seca, para que sua superfície se queimasse em contato com o cristal fundido saído do forno. O resultado é que o molde, então carbonizado, imprimia no cristal sua textura crepitante.

Com esta pequena subversão no modo de produção, Kengo Kuma reverencia duas técnicas tradicionais, do cristal soprado e a Yakisugi, uma ocidental e a outra oriental. As luminárias pendentes, de formato retangular, capturam o momento vivo da transformação da madeira e da condensação do cristal, ressaltando os contrastes entre as duas matéria-primas.

O fato de a madeira queimar impossibilita que essa seja usada mais de uma vez, fazendo com que cada peça seja única, com diferentes texturas e profundidades das linhas impressas. A exposição delas em conjunto, em Milão, enfatizou essas diferenças sutis que torna. O resultado é uma coleção moderna e minimalista que combina formas geométricas simples com texturas orgânicas incomuns. “Minha intenção foi alcançar a alma profunda da madeira, capturá-la dentro do vidro”, disse o arquiteto.

kengo-kuma-yakisugi-lasvit-016 kengo-kuma-yakisugi-lasvit-017 kengo-kuma-yakisugi-lasvit-005 yakisugi-kengo-kuma_1 yakisugi-kengo-kuma_10 yakisugi-kengo-kuma_16

Fotos: Divulgação

, ,

nov/12

6

Por Clarissa Schneider | Editora chefe da revista Bamboo

À ocasião do London Design Festival, o inglês Lee Broom transformou seu estúdio no bairro de Shoreditch na capital inglesa numa loja dedicada à sua última criação, uma lâmpada de cristal. A Crystal Bulb Shop, com o chão coberto de serragem, parede de tijolos aparentes e uso de caixotes de feira, mistura um quê de rústico com design de estilo art déco, e madeiras escuras, que ressaltam o brilho da peça.

A inspiração para o objeto veio de uma série de luminárias que Broom produziu em 2010, nas quais ele cortou o fundo de decanters vintage de cristal e inseriu uma lâmpada para formar uma luminária de teto. Broom conta que esse projeto chamou muita atenção das pessoas, talvez pela lembrança saudosista do uso desses objetos por seus avós, uma geração que costumava guardar neles bebidas como whisky e brandy, mas para além do emotivo a luz acentuava os detalhes decorativos desse utilitário, visto de um novo ponto de vista e com uma nova função.

Crystal Bulb nasceu de sua vontade de projetar um objeto de iluminação para o dia a dia, e, naturalmente, a primeira coisa que lhe veio à cabeça foi uma lâmpada. Broom criou uma forma bem simples, um bulbo, e nele fez cortes cruzados que se sobrepõem uns aos outros, típicos do trabalho tradicional em cristal. De preço acessível, a produção é praticamente toda feita à mão e o resultado final um produto delicado, diferenciado e fácil de compor. Além de designer, Broom é exímio decorador.

Lee Broom
Electra House | 93 Rivington Street, Londres, UK
leebroom.com










www.bamboonet.com.br

, , , , ,


Fatal error: Call to undefined function wp_pagenavi() in /home/storage/1/ad/cd/cinext1/public_html/blog/wp-content/themes/cinex/wp-loop.php on line 48