Grupo Cinex | Blog | Design com X | Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações. Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade. Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.

Grupo Cinex | Blog | Design com X - Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações.   Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade.  Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.

TAG | tecnologia

maio/17

30

Uma empresa chinesa de drones está construindo a sua nova sede e, claro, nada poderia ser simples na China! O complexo será formado por dois altos edifícios, até porque drones tem tudo a ver com altura, não é verdade? E para ser a cereja do bolo deste projeto, os arquitetos do Prelimirary Research Office foram contratados para executar a Sky Bridge, uma ponte de vidro que ligará os dois edifícios nos incríveis 28° e 29°andares.

Com um toque futurista e formato cilíndrico, a ponte será completamente estruturada em metal e vidro. Isso porque a ideia é que este seja um ponto de observação de drones. Internamente, o espaço contará com rampas de acesso em um lado e plataformas de observação do outro, distribuindo assim o fluxo de pessoas.

Não tem como discordar que os chineses realmente dominam a técnica desse tipo de construção, não é verdade?

drones-2

drones-4

drones-6

Image converted using ifftoany

Image converted using ifftoany

Image converted using ifftoany

, , , ,

abr/17

11

Olha que bacana a ideia dessa família norueguesa! Eles queriam construir uma casa com características ecológicas e, ao mesmo tempo, protege-la contra as rigorosas temperaturas em uma ilha no norte do país. Para poder realizar esse projeto, eles optaram por colocar uma redoma de vidro no entorno da casa.

A cúpula que encobre a construção de 3 andares tem 177 m² e conta com 360 painéis de vidro temperado de 6 mm, em formato triangular. Por causa do tipo de vidro utilizado foi possível manter a temperatura estável durante todo o ano, protegendo a propriedade dos ventos e nevascas do local, além da produção de insumos naturais mesmo durante o inverno. O projeto também previu a instalação de painéis para captação de energia solar e todo o alumínio utilizado nas esquadrias é reciclado. Quer um projeto mais ecofriendly do que esse?

SolarDome-9

SolarDome-1

SolarDome-2

SolarDome-3

SolarDome-8

SolarDome-5

SolarDome-7

, , , , ,

abr/16

22

As etapas de uma obra de arte em mármore

[fb-like-button]

Pietrasanta na Tosacana, o local que escolhemos para fotografar nossa Campanha para 2016 mostrou-se um museu a céu aberto e uma oportunidade de aprender sobre o mundo da arte na Itália. Arte que nos inspira todos os dias a criar produtos marcantes para os seus ambientes.

Nos ateliers de mármore da cidade de Pietrasanta, por exemplo, aprendemos que uma peça pode nascer a partir de várias técnicas. Na mais utilizada delas, o artista esculpe a partir de um modelo feito em gesso que pode ter um tamanho bem menor do que a peça final a ser esculpida. No entanto alguns escultores são capazes de criar suas obras tendo como modelo apenas fotografias ou desenhos. E ainda assim, reproduzir as imagens no mármore e com perfeição.

Outra forma que se difunde agora é a escultura de peças artísticas a partir do trabalho de grandes robôs escultores. No caso dos robôs a peça é previamente criada pelo artista e desenhada num programa 3D, no computador. Esse modelo digital será reproduzido pelo robô sobre o bloco de mármore.

Os robôs parecem miniaturas daqueles transformers que vemos nos filmes. Tem braços (geralmente um) e na ponta dos braços tem ferramentais para desbastar a rocha. Mas como essa operação gera muito calor pelo atrito, a máquina opera junto com um pequeno jato d’água que a resfria.

O som é impressionante: muito alto. A máquina faz trepidar de leve até mesmo o chão nos nossos pés. E pelas mãos dos homens ou pela tecnologia industrial nascem as obras que nos encantam!

1

2

,

dez/14

2

As portas, desde o tempo das cavernas, estiveram presentes na arquitetura da vida humana. Mas a porta, com o passar do tempo, passou a não ser o bastante. Até mesmo em épocas primitivas o homem das cavernas buscou abrir pequenos furos na sua “toca” para um contato mais rápido, um olhar para o mundo que o cercava. No entanto, esta abertura para a paisagem cobrava o seu preço: além da passagem da luz, o vento, o frio e a chuva também podiam entrar. Neste momento, ainda nas casas muito rudimentares, nasciam as janelas ou como as denominamos hoje, as aberturas.

1

 

Voltando no tempo. E nas janelas…

Com o passar do tempo, a humanidade foi aperfeiçoando meios de reforçar e proteger as suas janelas. No início eram peles, depois tábuas e com o passar dos séculos, chegaram os vidros primitivos que barravam quase tudo, menos a luz. Estruturalmente também se fazia necessário que a janela tivesse uma força para ajudar a sustentar a pressão criada pela abertura. Então, pouco a pouco os buracos foram ganhando caixilhos e utilizando materiais como madeira e ferro para sua sustentação.

2

 

Século XX:

A janela é o olho mágico da arquitetura, traz personalidade à construção. E isso foi se tornando cada vez mais claro ao longo do tempo, com os vários formatos que surgiam nas casas e prédios.

3

 

No século passado o alumínio passou a ser muito utilizado para a caixilharia, principalmente por ser um material leve e forte e que resiste com muita qualidade às intempéries. Da mesma forma que a estrutura evoluiu, abraçando o alumínio, os vidros foram ficando cada vez mais tecnológicos e hoje, além da proteção acústica e solar, podemos encontrar vidros com persianas internas e motorizadas, vidros foto sensíveis…

Para falar de janelas e aberturas, e trazendo para o Brasil o melhor do design italiano, nasce agora a Divelle.

Lembrando a fala do professor de português

Fernando Távora “ (…) a porta era óbvia. A janela é a primeira invenção da Arquitetura.”

Pois vamos a elas!

Divelle_0415a

divelle-deslizante

divelle-deslizante-elevadora

 

, , , , ,

nov/14

21

Vidros tecnológicos

[fb-like-button]

Em Sochi, na Rússia, uma obra arquitetônica chama a atenção de quem passa na rua. Sede dos jogos olímpicos de inverno de 2014, o Iceberg Skating Palace é uma construção que abrange um design peculiar e, sobretudo, muito vidro.

Suas formas e suas cores dão o tom: as ondulações da parte externa representam as silhuetas das montanhas que fazem divisa com a cidade e também as ondas do Mar Negro; os nuances azuis lembram um iceberg, já que diversas facetas de vidro foram colocadas em sua composição.

O vidro aplicado no Iceberg Skating Palace emprega muita tecnologia: são conhecidos como vidros low-e (ou de baixa emissividade), ou seja, mantém o clima interior ideal para a prática dos esportes de inverno (sem derreter o gelo das pistas) e ao mesmo tempo que deixa o ambiente aquecido.

As chapas de vidro mudam a transparência ao longo do dia em função dos raios solares absorvidos e da temperatura externa.

A obra foi assinada pelo Instituto de Arquitetura Mosproject-4.

Iceberg_Skating_Palace (1)

Iceberg_Skating_Palace (2)

Iceberg_Skating_Palace (4)

Iceberg_Skating_Palace (3)

, ,

maio/13

7

A tecnologia está sempre perto da Cinex

[fb-like-button]

Recentemente recebemos uma notícia que nos deixou bem animados!

Nosso diretor, César Cini, esteve na Alemanha para participar de uma reunião muito importante com a diretoria da Philips, a fim de discutir futuros projetos em parceria com a divisão Oled, de Aachen, na Alemanha.

Nesta oportunidade, puderam visitar a fábrica da Philips juntamente com a equipe da CERTI (Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras) e o gerente geral, Dr. Dietrich Bertram . Esse encontro foi fruto de uma colaboração entre a CERTI e a Philips para a inserção de uma nova tecnologia nos produtos Cinex: o Oled.

Já comentamos sobre o Oled em nosso Blog, portanto, caso queira relembrar, aqui vai o link: OLED

Muitas novidades estão a caminho… e temos certeza que serão incríveis!

A Cinex, representada por César Cini e Ricardo Lima, e a diretoria da Philips/CERTI

A Cinex, representada por César Cini e Ricardo Lima, e a diretoria da Philips/CERTI

 

Visitação na fábrica para conhecer os processos da Philips

Visitação na fábrica para conhecer os processos da Philips

, , , ,

dez/12

4

O vidro é um material muito antigo e sua aparência pode ter diversas opções de cores e texturas, mas sempre mantendo as mesmas características. Claro, não podemos esquecer da forma como ele reflete a luz.

No entanto, um novo tipo de vidro foi desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia de Massachusets: o Fog-Free Glass. Sua superfície é quase imperceptível pela falta de brilho (nanotextures) e, com isso, os reflexos são praticamente eliminados. Ainda, o novo material faz com que as gotas de água que se depositam nele saltem para fora parecendo minúsculas bolinhas de borracha, ou seja, não acumulando nenhuma gota.

Os pesquisadores afirmam que este vidro poderia ser feito com processos de baixo custo o material aplicado em dispositivos ópticos, telas de smartphones, televisores, painéis solares, pára-brisas e janelas de edifícios. O uso vai também pode ser indicado para microscópios e câmeras utilizados em ambientes úmidos; em casos de telas touchscreen, sua capacidade de antirreflexo e não embaçamento resistem à contaminação pelo suor.

Para se ter uma ideia, os painéis fotovoltaicos podem perder sua eficiência em até 40% dentro de poucos meses em função do acúmulo de sujeira e poeira em sua superfície.

Contudo, o vidro citado acima seria muito mais eficiente por ser autolimpante (repelem a água) e a luz que atinge sua superfície seria transmitida através do material (e não refletida, como nos vidros comuns). Vale lembrar que, quando os raios solares estão mais inclinados (início da manhã e fim da tarde), o vidro convencional reflete mais de 50% da luz, sendo que para o Fog-Free Glass o nível de reflexão é praticamente nulo.

Veja abaixo o vídeo que mostra a partícula de água sendo repelida pelo vidro:

Fonte: MIT

, , , ,

jul/12

17

Fechadura biométrica

[fb-like-button]

Ter mais segurança em casa é fundamental e uma alternativa simples de alta confiabilidade e tecnologia é a fechadura biométrica. Criada para proporcionar conforto aos usuários, é uma solução fácil de instalar e de grande comodidade, pois elimina o uso das chaves.

Trata-se de um sistema que destrava por meio da leitura biométrica das impressões digitais da pessoa cadastrada no controle de acesso. Outra vantagem é que elas armazenam dados de quem se movimenta nos ambientes onde são instaladas.

Há muitas opções disponíveis no mercado. Basta saber o tipo mais adequado a cada necessidade. Se for uma porta de vidro e alumínio, por exemplo, a fechadura biométrica cria um aspecto tecnológico de ponta, com um acabamento nobre e resistente.

Nós da Cinex já temos temos estes produtos incorporados em nossas belas portas de vidro e alumínio. Para quem não conhece, vale a pena se informar!



, , , ,

jun/12

15

Tecnologia que supera a realidade

[fb-like-button]

A criação de sistemas interativos é a ciência da atualidade. A unidade de pesquisa da Disney Research, em Petersburgo, acaba de criar uma tecnologia que torna qualquer superfície sensível ao toque.

A companhia publicou um vídeo explicando o funcionamento da Touché, ativada por meio de comandos por materiais compassivos ao contato físico. Trata-se de um sistema que consegue identificar os mais variados tipos de gestos e posições corporais.

Dessa forma, é possível viabilizar a criação de itens ainda mais interativos do que os atuais, pois a Touché consegue identificar o modo de tocar e permite o controle de aparelhos com movimentos do corpo, podendo ser aplicada em computadores, tocadores de MP3, tablets e smartphones.

A tecnologia percebe até mesmo os gestos e toques entre as mãos para controlar os dispositivos. Ela reconhece uma série de frequências simultaneamente. Assim, os sensores podem detectar diversos toques ao mesmo tempo em telas comuns e distingui-los entre diferentes objetos ou partes do corpo. É possível usá-la até em líquidos.

A Touché ainda está em fase de testes, mas assim que for lançada será a grande revolução no mercado. No vídeo divulgado pela companhia aparecem exemplos da utilização.




Confira:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=E4tYpXVTjxA&feature=youtu.be[/youtube]

, , ,

jun/12

1

Atemporalidade – parte 2

[fb-like-button]

Agora veja a segunda parte da entrevista com o nosso diretor presidente, onde tratamos de assuntos como sustentabilidade, design e a Feira de Milão 2012.…

Blog Cinex: Qual o papel do design, na sua opinião?
César: Na Cinex trabalhamos por um período de tempo com um consultor de Inovação, o Charles Bezerra. Ele é professor, doutor, um currículo imenso… Ele diz: “Todos aqueles que alteram o curso das coisas a fim de mudar as situações existentes para situações mais privilegiadas estão fazendo design”. Concordo com Charles. E, nesse sentido, fazemos design em cada etapa de desenvolvimento na Cinex, em cada espaço da fábrica. O bom design não vai apenas para a casa das pessoas, mora com cada colaborador, em seu dia a dia. Nesse sentido, investimos, todos os anos, em levar um grande grupo Cinex para a Feira de Milão, onde vive-se o mais puro design. Gostamos de ter essa cultura contagiando a todos na nossa indústria.

Blog Cinex: E como foi Milão este ano?
César: Fomos com um grupo de mais de vinte colaboradores, entre designers do CinexLab, profissionais da área comercial e industrial. É sempre uma festa para os olhos e traz grande inspiração. Buscando essa inspiração, começamos nosso roteiro num giro pela Alemanha, para ver a obsessão pela precisão e o perfeccionismo alemão. Visitamos a linha de produção da Porsche e da Mercedes em Stuttgard. Queríamos sentir o contraponto entre o artesanal da Porsche e os “robôs” da linha de produção da Mercedes. Foi realmente interessante. Lá escutamos a frase: “a melhor maneira de falar sobre qualidade é saber FAZÊ-LA!”
Voltando para Milão, vimos que os brasileiros andam muito bem avaliados internacionalmente, colaborando com grandes indústrias como a Poltrona Frau e outras famosíssimas da Itália e outros países. Somos vistos como muito “criativos”. Os irmãos Campana, entre outros, abriram essa porta para o Brasil.

Blog Cinex: E a Cinex, dentro desse cenário?
César: Vi que mais uma vez chegamos junto com Milão em termos de tendências. O nosso vidro bisotado, um produto desenvolvido há quase um ano, estourou nessa temporada. Acertamos mais uma vez na paleta com nossos tons monocromáticos, avivados pelo Arancione e pelo Giallo e pelos tons de azuis. Isso predominou. Nosso novo produto, a porta Diamante…Eu digo: nada em Milão chegou perto dela e de seu efeito tridimensional… Mas como nós ainda não estamos expondo em Milão…

Blog Cinex: Ainda…
César: É, ainda…

A presença de nossas cores cítricas como o Giallo

A presença de nossas cores cítricas como o Giallo

Tons de azul. Destaque para a nossa cor Botticelli

Tons de azul. Destaque para a nossa cor Botticelli

Tangerine, uma de nossas cores lançadas em 2012

Tangerine, uma de nossas cores lançadas em 2012

Vidro Bisotê, apresentado com antecedência pela Cinex

Vidro Bisotê, apresentado com antecedência pela Cinex

, , , ,

abr/12

17

Vidro reciclado para iluminar

[fb-like-button]

Um famoso edifício comercial, erguido há 32 anos na capital britânica, passará em breve por uma reforma de peso. O 6 Beavis Marks ganhará novos ares graças ao vidro. Sua fachada de dezesseis andares receberá vidro reciclado, que irá maximizar a penetração de luz nos escritórios, garantindo considerável economia energética. E isso não é tudo que o vidro fará por esse importante empreendimento, um dos cartões postais da cidade.

No terraço de 930 m² haverá dois jardins, um totalmente coberto por vidro e outro aberto. Neles, a vista de Londres será inexplicavelmente bela aos visitantes. Uma praça pública no térreo também tem presença garantida no projeto.

Serão aproveitadas apenas 50% de sua estrutura de 21.370 m², que está abaixo do solo. Com esse reaproveitamento, o gasto com energia e material de construção terá significativa redução. Provavelmente, a economia energética será maior que 40%. Um amplo avanço tecnológico, digno da mais importante cidade do Reino Unido e um dos centros financeiros de maior influência do mundo.




, , , ,

mar/12

23

Quando o vidro dará asas para voar

[fb-like-button]

Sustentabilidade é a palavra-chave para caracterizar o vidro, que é a matéria-prima do futuro. Não só a casa vai receber cada vez mais os benefícios de sua utilização em todos os lugares possíveis, como outras indústrias, que passam a enxergar sua versatilidade.  Aliás, já enxergam. Logo, o futuro já começou.

É exatamente o que comprova a Airbus, quando apresenta o conceito de seus aviões em 2050. Estruturados em vidro e uma membrana biônica, capaz de regular a luminosidade e a temperatura no interior da cabine, eles terão ainda sistemas de entretenimento.

O projeto inteligente foi inspirado nos esqueletos das aves, que enfrentam voos longos em grandes altitudes. Outra novidade, que promete quebrar paradigmas, é a extinção das classes.

A ideia é que as cabines sejam divididas em três zonas: relaxamento (frente), com jogos holográficos, assentos massageadores ao corpo dos passageiros, aromaterapia, entre outros sistemas de lazer; diversão e socialização (meio), com um bar e campo de minigolfe holográfico e a área de trabalho (atrás), onde os executivos poderão dar continuidade às atividades do trabalho durante a viagem, acessando a internet, módulos para montagem de espaços e redução do barulho.

A questão ambiental, obviamente, faz parte dos planos do avião de 2050. Acredite: o calor do corpo do passageiro seria capturado pelos assentos e convertido em energia que alimenta os sistemas de luminosidade e climatização.

Como o vidro é um material leve, a aeronave também deve gastar bem menos combustível, já que irá voar a altitudes maiores e em maior velocidade, além da pressurização se tornar um processo mais simples. Santos Dumont adoraria a ideia!



, , , ,

fev/12

3

CES 2012 – Tudo conectado!

[fb-like-button]

A CES – Feira Internacional de Eletrônica e Consumo de Las Vegas – que aconteceu dos dias 10 a 13 de janeiro, mostrou que a tendência é de que todos os dispositivos acabem conectados. Milhares de visitantes do mundo inteiro saíram da feira com a impressão de que o futuro será muito similar ao filme “Matrix”, onde o virtual e digital estarão em todas as partes de nossa vida.

Essa tendência que iniciou com os Smartphones agora começa a se proliferar para os mais diversos segmentos. Fabricantes de automóveis, refrigeradores, televisores, etc,  lançaram suas novidades e mostraram a irrupção desse estilo de vida conectado.

Conforme o analista Tim Bajarin, “o que se destaca em tudo o que vimos é que vamos ter telas em todos os tipos de dispositivos e também conectados à internet, seja geladeira ou um aspirador, sem falar dos carros e da televisão”. A entrada de microprocessadores permite dispositivos ainda mais potentes, finos e que consumirão menos energia.

Como nos anos anteriores, os televisores estiveram entre as estrelas da feira de Las Vegas, com telas ainda mais finas, sincronização com a internet e melhor qualidade de imagem e de cor. Uma TV da sul-coreana LG, de 55 polegadas, 4 mm de espessura, tecnologia de cristais orgânicos eletroluminescentes (OLED) e 3D levou o prêmio de melhor invenção da CES.

A Apple não participa na Feira de Las Vegas, que este ano bateu um recorde de 3.100 expositores, mas sua influência se confirmou com o gigantesco espaço dedicado a acessórios para seus produtos.

Por Valmor Vancini | Coordenador de P&D Cinex

, , , ,

nov/11

29

Iluminação Oled em passos promissores

[fb-like-button]

Tudo começou com a notícia dos futuros televisores Oled (Diodo orgânico emissor de luz ou fotoemissor, tecnologia que promete telas planas muito mais finas, leves e baratas que as atuais telas de LCD). Mas, essa tecnologia promete bem mais que TVs com baixo consumo e alto desempenho.

Em pesquisas recentes, a iluminação Oled aparece como aposta para criar uma fonte de luz totalmente inovadora. É fato: tudo está ainda muito recente, em fase de estudo e desenvolvimento. Porém, se os cientistas alcançarem o que almejam, a solução irá, provavelmente, causar grande impacto no mercado.

A nova forma de iluminar prevê, além de consumos extremamente reduzidos por conta de seu baixo custo de produção em massa, inúmeras possibilidades de integração de materiais com o vidro. Mesas iluminadas, prateleiras, janelas, paredes, até mesmo o chão e o teto podem receber a placa de luz. Enfim, uma lista interminável de prováveis aplicações.

Apesar dos painéis transparentes quando desligados e opacos em funcionamento, ainda não conseguirem atingir a durabilidade dos LED, pesquisadores focados no desenvolvimento deste tipo de iluminação acreditam que a solução atingirá, além da alta resistência, uma eficiência até duas vezes maior que as lâmpadas fluorescentes compactas e oito vezes maior que as incandescentes. Também com a vantagem de emitir luzes coloridas bem interessantes.

 

, , ,

nov/11

8

Casa inteligente. Ela sempre foi o objetivo de arquitetos e designers de interiores. Que tal comandá-la pela impressão digital ou, até mesmo, pelo iPad?

Pois é, o que antes parecia tão distante está totalmente à disposição. Há anos a automação residencial era um projeto, sonho de muita gente que já sentia a necessidade de ter o controle das funções do lar num só lugar.

Por meio da integração áudio e vídeo, medidas de segurança e opções que trazem mais conforto e bem-estar, é fácil criar a “Casa High-Tec”. E acredite, não é tão impossível quanto parece. Aliás, não faltam opções no mercado para fazer a conexão de equipamentos motorizados e automatizados.

Isso mesmo, quando se fala em automação a palavra-chave é integrar, não somente usar a tecnologia de um aparelho separadamente. Imagine apagar todas as luzes da casa, fechar as cortinas, desligar o ar condicionado, gerenciar a segurança etc, tudo com um só comando, remotamente, até mesmo por touch screen, internet e celular. Dá até para verificar e controlar o consumo de energia elétrica.

Para contar com essa tecnologia os profissionais precisam projetar a fiação da casa adequadamente. Durante a construção, as possibilidades são visivelmente ampliadas, mas quando já está tudo pronto basta usar e abusar da criatividade dos sistemas disponíveis.

Lembrando que automação visa sempre o conforto. Levar ao cliente novas formas de viver bem, cuidar da família, se manter em segurança, enfim… Inovar com projetos diferenciados e capazes de surpreender.

 

, , ,


Fatal error: Call to undefined function wp_pagenavi() in /home/storage/1/ad/cd/cinext1/public_html/blog/wp-content/themes/cinex/wp-loop.php on line 48