Grupo Cinex | Blog | Design com X | Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações. Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade. Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.

Grupo Cinex | Blog | Design com X - Design com X é o nome do nosso Blog, pois nós do Grupo Cinex acreditamos que design é o X da questão no mundo atual. Para nós tudo passa pelo design pois ele, por definição, busca o melhor desenho para tudo: móveis, objetos e até relações.   Neste espaço buscamos mostrar as notícias e novidades que acontecem no mundo do design. Compartilhamos a pesquisa feita em todas as empresas do Grupo de modo a trazer para você nossa paixão pelo alumínio e pelo vidro, os materiais mais importantes nas nossas indústrias e materiais-chave para o século XXI por sua reciclabilidade e versatilidade.  Design e Inovação nos movem. E é sobre isso que iremos falar aqui. Para que cada leitor do nosso blog possa, cada dia mais, criar seus ambientes de sonhos. Onde more a praticidade e a beleza. Onde mais do que estar, se possa bem-estar.
jun/12

12

Vitrines interativas

[fb-like-button]

As novas tecnologias permitem que os clientes façam suas compras mesmo quando a loja estiver fechada. Em nossa realidade, onde a interatividade e a facilidade das informações tornaram-se muito comuns, as vitrines interativas surgem como Marketing e ainda mais, tornam os ambientes e fachadas atrativos e divertidos.
Abaixo alguns cases de grandes empresas que já adotaram essa realidade:

A loja de departamentos Bloomingdale’s, de Nova York, usa a vitrine interativa de uma forma que os consumidores possam provar óculos de sol sem precisar entrar na loja. Para experimentar os diferentes modelos de óculos, as pessoas devem alinhar o rosto de acordo com a linha dos olhos demarcada na tela e escolher o modelo desejado que aparece entre os ícones.

Na loja Selfridges, em Londres, a Tissot distribuiu aos pedestres relógios de papel que se transformavam em modelos da linha Touch quando capturados por uma câmera.
Quem quisesse poderia experimentar dezenas de relógios na calçada e ver o resultado na vitrine, sem entrar na loja. A imagem era gerada em um monitor sensível ao toque que permitia ainda mudar estilo, cor e tamanho da peça. Além de informar o horário, funções como altímetro, cronômetro e termômetro também estavam disponíveis, exatamente como nos relógios reais.

A marca Polo Ralph Lauren, do mega estilista e empresário americano, lançou outra vitrine interativa: uma cyber novidade inspirada nas pirações tecnológicas de Hollywood. Agora, o cliente pode comprar mesmo estando do lado de fora da loja, através de simples toques nos vidros. A tecnologia pode ser desfrutada 24 horas na badalada flagship-store Ralph Lauren, na Madison Avenue, em Nova York.

Angelo Semeraro, da fábrica de moda italiana Benetton, criou um display imersivo baseado na ilusão de brincar com as forças do ambiente físico.
O aplicativo foi desenvolvido usando openframewords (compreende uma série de ferramentas e utilitários que aceleram e simplificam o processo de prototipar e desenvolver projetos e ideias) e um simulador bidimensional, o Box2d, que cria uma textura digital que reage ao movimento das pessoas que passam em frente à vitrine da Benetton, alterando sua forma e dando a percepção de mudança no equilíbrio do ambiente. Há, ainda, um feedback sonoro dos movimentos do usuário.

Para quem vive um dia a dia corrido e precisa de praticidade e tempo, provar um produto que está na vitrine sem precisar entrar na loja parece perfeito. E o mais importante disso tudo é que essas novas tecnologias usam o vidro de base como a principal matéria-prima.

Por Valmor Vancini | Coordenador de P&D Cinex

RSS Feed

2 Comments

Constanza | 26 de junho de 2012 at 14:27

ahhh, sonhos de vitrines!!!
Agora a loja não está só para dentro das paredes…está para fora, nas ruas!
É muita tecnologia sendo lançada…adoro isso!!!

Miano | 26 de junho de 2012 at 14:30

o fato de comprar pela internet já é uma maravilha!
Vamos ver se com as vitrines interativas, as pessoas saiam mais de casa!
Há muita coisa bonita (e interativa) para conhecermos!

Deixe um comentário!